Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2017

Jogo digital ajuda pais e filhos a se prevenirem contra a intoxicação no ambiente doméstico

Férias! O que é para ser um ótimo momento em família pode se tornar um período de sustos e preocupações. Segundo especialistas, a casa é o local onde as crianças correm mais riscos. Para alertar pais e jovens, o Polo de Jogos e Saúde, do Multimeios/Icict e o Sistema Nacional de Informações Tóxico-Farmacológicas – Sinitox transformaram em algo lúdico a campanha de prevenção contra acidentes por intoxicação: a equipe criou o jogo digital “Quem deixou isso aqui?”.

O jogo, lançado durante o seminário “Prevenção de intoxicações em foco: panorama das intoxicações infantis e ações educativas” do Centro de Estudos do Icict e o Sinitox, realizado em dezembro último, vem atraindo a atenção de pais e filhos pela facilidade com que pode ser jogado e as informações que fornece. A ideia é manter a personagem central – Aninha, uma menina de três anos – longe de coisas que podem intoxicá-la como medicamentos, plantas, materiais de limpeza e até mesmo alimentos e bebidas alcóolicas. Ao se depararem c…

Hospital Juliano Moreira discute sobre o uso de agentes tóxicos na tentativa de suicídio

Em evento comemorativo ao Dia do Farmacêutico, 20 de janeiro, profissionais discutem na manhã de hoje sobre o uso de agentes tóxicos na tentativa de suicídio. O tema será apresentado pelo farmacêutico Jucelino Nery, coordenador técnico do Centro Antiveneno (Ciave).

Em 2016, foram registrados 3.094 casos de intoxicação exógena através do Sistema de Informação de Agravos de Notificação - Sinan, sendo 23,6% decorrentes de tentativa de suicídio. Segundo o farmacêutico JucelinoNery, o produto mais frequentemente utilizado é o medicamento (45%) e os raticidas (25%), principalmente o raticida clandestino conhecido como "chumbinho".

Como medida preventiva da tentativa de suicídio, o farmacêutico ressalta a necessidade de se estar atento aos sinais de alerta de formação da ideia suicida: automutilação e/ou práticas autodestrutivas; mudanças marcantes no comportamento ou nos hábitos; isolamento social; interesse por sites e/ou redes sociais sobre suicídio; na adolescência: comportamento…

Manejo clínico em acidentes por animais peçonhentos é tema de webpalestra

Hoje (19/01) acontecerá a palestra “Manejo Clínico em pacientes após picada por animais peçonhentos”, pela internet, das 14:30h às 15:40h. A webpalestra, promovida pelo Núcleo Técnico-Científico do TelessaúdeBA,  visa capacitar os profissionais da atenção básica para o Manejo Clínico em pacientes após picada por animais peçonhentos e terá como palestrante o Dr. Daniel Santos Rebouças, médico toxicologista e diretor do Centro Antiveneno da Bahia (CIAVE-BA).

Poderão assistir à webpalestra os profissionais da Atenção Básica e demais interessados, bastando acessar o endereço http://www.telessaude.ba.gov.br/participe e entrar como convidado (não é necessário ter usuário e senha). Entretanto é indispensável que esteja instalado o Adobe Flash Player no computador onde será assistido o evento. Maiores orientações podem ser obtidas no site do TelessaúdeBA (http://telessaude.ba.gov.br/profissionais-ab/webpalestra/).

São registrados na Bahia, anualmente, uma média de 13.000 casos de acidentes p…

Registrado primeiro medicamento à base de Cannabis sativa

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o registro do medicamento específico Mevatyl® (tetraidrocanabinol (THC), 27 mg/mL + canabidiol (CBD), 25 mg/mL), canabinoides obtidos a partir da Cannabis sativa, na forma farmacêutica solução oral (spray). É o primeiro medicamento registrado no país à base de Cannabis Sativa.

O novo medicamento Mevatyl®, registrado em outros países com o nome comercial Sativex®, é indicado para o tratamento sintomático da espasticidade moderada a grave relacionada à esclerose múltipla, sendo destinado a pacientes adultos não responsivos a outros medicamentos antiespásticos e que demonstram melhoria clinicamente significativa dos sintomas relacionados à espasticidade durante um período inicial de tratamento com o Mevatyl®. O medicamento é destinado ao uso em adição à medicação antiespástica atual do paciente e está aprovado em outros 28 países, incluindo Canadá, Estados Unidos, Alemanha, Dinamarca, Suécia, Suíça e Israel.��������������������…