Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2017

Abertas inscrições para estágio na rede pública estadual

Para quem está interessado em realizar estágio, foi publicado essa semana no Diário Oficial do Estado o Edital nº 003-DDE/SRH/SAEB referente à inscrição para o Programa de Estágio do Governo da Bahia. O Programa contempla estudantes dos cursos de graduação presencial, estaduais federais ou particulares, das instituições de ensino superior sediadas na Bahia.

A carga horária das atividades de estágio é de 4h diárias e 20h semanais. Para fazer parte do banco de jovens, o interessado deve se cadastrar no período entre 29/08/2017 até 17/09/2017.

As vagas contemplam, dentre outras, as áreas de Ciências Biológicas, Enfermagem, Farmácia, Medicina e Psicologia.

Confira em www.programaestagio.saeb.ba.gov.br .

CIAVE comemora 37 anos de fundação com exposição e seminário

Referência na área de toxicologia para todo o Nordeste, o Centro Antiveneno da Bahia (Ciave), unidade da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), está completando esta semana 37 anos de funcionamento. Para marcar a passagem da data, acontece a 3ª Semana Estadual de Prevenção das Intoxicações, que será instalada na próxima segunda-feira, dia 28, às 8h30min, no auditório centro, que funciona anexo ao Hospital Geral Roberto Santos (HGRS). A programação será aberta com um café da manhã, com apresentação dos 37 anos de história, situação e perspectivas do Ciave.

Na terça-feira, dia 29, servidores e estagiários do Ciave irão à sede da Hemoba para doar sangue. No dia seguinte, quarta-feira, de 8h30min às 12h30, no auditório do Hospital Geral Roberto Santos, acontece o 4º Seminário de Toxicologia, com o objetivo de capacitar profissionais de saúde (emergencistas da rede pública da Região Metropolitana). O evento terá como convidado o professor Francisco França, da USP e do Instituto Butantan, qu…

Experiência da Bahia em Vigilância de Acidentes por Animais Peçonhentos é apresentada no RJ

Ocorreu no período de 21 a 25 desse mês, em Niterói (RJ), o Seminário de Vigilância de Acidentes por Animais Peçonhentos, promovido pelo Ministério da Saúde. O evento teve como objetivo discutir a situação atual dos programas nacional e estaduais de controle de acidentes por animais peçonhentos; a situação da aquisição, solicitações e distribuições de antivenenos para os estados; a vigilância dos óbitos ocasionados por animais peçonhentos; a situação atual da produção dos soros antivenenos no Brasil, bem como promover a interação com as instituições afins a esse tema.

Além de representantes do Ministério da Saúde (MS) e das secretarias estaduais de saúde, estiveram presentes representantes do Instituto Butantan (IB-SP), Instituto Vital Brazil (IVB-RJ),  Fundação Ezequiel Dias (Funed-MG) e Centro de Produção e Pesquisa de Imunobiológicos (CPPI-PR) – laboratórios oficiais produtores de soros antivenenos ; do Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos (Cevap/Unesp-SP), da Associ…

Cães ficam azuis após contato com resíduos químicos em rio na Índia

Em busca de água e comida, animais entram no rio Kasadi, no qual poluição tem nível 13 vezes acima do considerado seguro. Cerca de mil indústrias funcionam na região de Taloja, em Mumbai, onde cães foram encontrados.

Cães de rua estão adquirindo uma pelagem azulada na área de Taloja, em Mumbai, na Índia. O fenômeno é causado pelo contato com resíduos químicos despejados em um rio no qual os animais costumam entrar em busca de água e comida.

Segundo o jornal indiano “Hindustan Times”, o rio Kasadi recebem tanto lixo industrial sem qualquer tipo de tratamento que seus níveis de poluição estão atualmente 13 vezes acima do limite considerado seguro para seres vivos.

A região onde os cães vivem tem cerca de mil indústrias, ainda de acordo com o jornal, entre companhias farmacêuticas, de alimentos e engenharia. Mais de 75 mil pessoas trabalham no local.
No sábado (12), um grupo de proteção animal fotografou pelo menos cinco cães diferentes cuja pelagem está claramente azulada. Um deles, ant…

Sala de Convidados do Canal Saúde discute o tema 'Agrotóxicos e Saúde' nesta terça-feira (15/8)

Os agrotóxicos passaram a ser utilizados em larga escala no país a partir da entrada do Brasil na chamada “revolução verde”, com o uso de diversas técnicas para aumentar a produção no campo. No entanto, pesquisas científicas realizadas aqui e no mundo inteiro demonstraram que esses pesticidas representam um perigo para a saúde de quem consome os alimentos nos quais eles são utilizados e também para a saúde de quem trabalha com eles na lavoura. O Dossiê Abrasco – Um alerta sobre os impactos dos agrotóxicos na saúde foi uma das publicações que reuniu evidências dos riscos relacionados ao uso indiscriminado desses produtos e instituições de grande renome ligadas à saúde pública, como a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o Instituto Nacional de Câncer (Inca) e a própria Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), já divulgaram alertas sobre o perigo dos agrotóxicos, indicando a necessidade de um controle efetivo na utilização dessas substâncias.

O Brasil, entretanto, é recordista mun…

Glifosato prossegue sob análise na Anvisa

Durante reunião da Diretoria Colegiada da Anvisa na terça passada (08/08), o diretor-presidente Jarbas Barbosa apresentou informe sobre a situação do processo de reavaliação do Glifosato, ora em andamento na Agência. Relator da matéria, Jarbas Barbosa ressaltou que o corpo técnico da Anvisa prossegue com o aprofundamento das análises e está atento às discussões atuais realizadas por especialistas e por órgãos internacionais, assim como todas as demais agências regulatórias do mundo têm feito.

A análise toxicológica do Glifosato, ressalta o diretor-presidente, deve ser concluída até 2019, para que a nota técnica resultante seja colocada em consulta pública, quando a sociedade poderá se manifestar e contribuir com a reavaliação do agrotóxico.

A reavaliação do Glifosato no Brasil iniciou-se em 2008, com a publicação da RDC Anvisa n° 10, de 22 de fevereiro daquele ano, e a contratação da Fiocruz para a elaboração de nota técnica sobre os aspectos toxicológicos relevantes do herbicida. A …

Ao atacar mamangava, pesticida ameaça colônias de extinção

Os pesticidas neonicotinoides são amplamente utilizados na agricultura, mas estudos recentes sugeriram um forte vínculo desses produtos com o declínio das populações de abelhas, especialmente na última década

Um pesticida comum usado em plantações compromete a habilidade das rainhas da mamangava (abelhas do gênero Bombus) de depositar ovos, ameaçando sua colônia de extinção, de acordo com um estudo publicado nesta segunda-feira (14/8).

Experimentos de laboratório usaram doses de tiametoxame - uma das controversas famílias de neonicotinoides - que correspondiam ao que uma abelha-rainha pode encontrar na natureza.

A exposição ao produto químico alterou o tempo de formação das colônias e reduziu o número de ovos em mais de um quarto, disseram os pesquisadores.

"Isso mostrou que os impactos dos neonicotinoides na fundação de colônias - por si só - aumentam significativamente o risco de uma população de abelhas expostas ser extinta", disse à AFP Mark Brown, professor da Universid…

Exames confirmam que silagem de milho provocou intoxicação e que botulismo matou 1,1 mil cabeças de gado em MS

Resultados de exames divulgados nesta sexta-feira (11) pela Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal de Mato Grosso do Sul (Iagro) e a Superintendência Federal de Agricultura no estado (SFA/MS), confirmaram a suspeita de que o botulismo provou a morte de 1,1 mil cabeças de gado entre os dias 2 e 4 de agosto no confinamento Marca 7 Pecuária, na fazenda Monica Cristina, no município de Ribas do Rio Pardo, a cerca de 45 quilômetros de Campo Grande.

Segundo nota técnica dos órgãos, exames das amostras da silagem de milho úmida que era fornecida aos animais demonstraram a presença das toxinas botulínicas tipo C e D, o que confirmou a suspeita inicial do setor de Patologia Veterinária da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS).

A nota aponta que a a presença destas toxinas no alimento dos animais, somada à investigação clínico-epidemiológica realizada na propriedade rural, “permite a conclusão do caso com o diagnóstico de botulismo”.

Os órgãos ressaltam que o botulis…

Remédio aumenta casos de bebês "viciados" nos EUA; Brasil regula substância

Os Estados Unidos vêm enfrentando uma triste epidemia nos últimos anos, com o aumento do consumo de opioides. As substâncias derivadas do ópio, que podem ser encontradas em drogas e analgésicos prescritos por médicos, afetam até mesmo bebês. A escalada chegou a pontos tão críticos que foi tema de pronunciamento do Presidente Donald Trump na última terça-feira (8).

A preocupação aumentou com o aumento do uso de remédios com essa origem em quem deveria manter distância da substância: os bebês.

Segundo informações da rede "ABC", o uso indiscriminado das substâncias por mulheres gestantes tem afetado a vida dos recém-nascidos, que já nascem viciados nos opioides e apresentam sintomas advindos da dependência, como febre, irritabilidade e tremores.

"Um bebê que não para de chorar, não consegue dormir, que sua muito e que faz movimentos constantes com os lábios, como se estivesse sempre procurando algo para comer ou sugar", descreve o Dr. Jeffery Loughead, diretor do Cen…

Notificação de intoxicação exógena é discutida em curso

Técnicos do Centro de Informações Antiveneno (Ciave) participaram da 5º Edição do Curso "Implementação da notificação de agravos e doenças relacionadas ao trabalho" ocorrido nos dias 08 e 09/08, promovido pelo Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) de Salvador.

Participaram do Curso técnicos de várias unidades de saúde do município que atuam na notificação através do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan).

Com o objetivo de difundir o conhecimento sobre agravos e doenças relacionadas ao trabalho (ADRT) e ampliar a sua notificação através do Sinan, o evento abordou em sua programação, dentre outros assuntos, a notificação de intoxicações exógenas.

Em 2016 foram notificadas através do Sinan um total de 3.292 intoxicações no Estado, sendo que 248 (7,5%) foram relacionadas ao trabalho. Destes casos, 58 ocorreram em Salvador. O Ciave, por sua vez, registrou a ocorrência de 94 intoxicações deste tipo no mesmo período, o que demonstra uma elevada su…

Romênia confirma que é o nono país a detetar ovos contaminados

Nenhum produto terá sido colocado à venda, segundo as autoridades romenas

A autoridade sanitária-veterinária da Romênia (ANSVSA) anunciou esta quinta-feira ter descoberto num armazém da região oeste do país uma tonelada de gemas de ovos contaminadas com um pesticida tóxico (fipronil), provenientes da Alemanha.

Com esta descoberta, a primeira na Europa de Leste desde que este caso foi divulgado no início de agosto, eleva para nove o número de países europeus onde a presença de ovos contaminados foi detetada até à data.

"Nenhuma quantidade deste produto foi colocada à venda", indicou a ANSVSA, precisando que as gemas de ovos, importadas da Alemanha, serão incineradas.

A apreensão do produto, realizada num armazém em Timisoara (oeste), "surge na sequência de um alerta específico transmitido pela Comissão Europeia", no âmbito do Sistema de Alerta Rápido para os Géneros Alimentícios e Alimentos para Animais (RASFF) da União Europeia (UE), explicou, em declarações à agên…

Mortandade das abelhas já é generalizada no Rio Grande do Sul

Chocados, tristes, desanimados. É como se sentem muitos apicultores do Rio Grande do Sul diante da assustadora mortandade das abelhas em suas colmeias. Pelo menos 250 mil colmeias desapareceram no Rio Grande do Sul em 2015. Todos os especialistas ouvidos não têm dúvidas em afirmar que a responsabilidade é dos agrotóxicos, usados descontroladamente nas lavouras, além do desmatamento que não para de aumentar.

“No Estado a morte de abelhas tornou-se generalizada, principalmente em áreas com uso intensivo de agrotóxicos”, afirma o coordenador da Câmara Setorial de Apicultura e Meliponicultura da Secretaria Estadual da Agricultura (Casam), Nadilson Ferreira. “O problema atinge maiores proporções nas regiões da Depressão Central, Missões, Alto Uruguai e parte da Campanha. Os agrotóxicos estão acelerando a perda de biodiversidade e contribuindo para o extermínio das populações de abelhas”, completa.

O fenômeno da mortandade tem um impacto muito grande no Estado, já que o Rio Grande do Sul é…

NEPS capacitará profissionais dos CAPs para atenção a pessoas em risco de suicídio

No ano em que completa 10 anos de funcionamento, o Núcleo de Estudo e Prevenção de Suicídio (NEPS), um serviço do Centro Antiveneno (Ciave), da Secretaria da Saúde da Saúde do Estado (Sesab), elaborou o Programa Estadual de Prevenção do Suicídio/Bahia, antecipando-se ao Plano Nacional, previsto para ser lançado no próximo mês de setembro. Entre as principais ações e políticas do Programa elaborado pela equipe do NEPS estão a implantação de 10 Núcleos Regionais de Estudo e Prevenção do Suicídio - NEPS/Regional, seguindo o modelo do NEPS Estadual, e a implantação de um Programa de Educação Permanente.

Para alcançar esse objetivo, o NEPS dará início ao I Curso de Intervenção Multidisciplinar na Atenção a Pessoas em Risco de Suicídio, destinado a profissionais lotados nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) de Salvador, com a finalidade de instrumentalizá-los tecnicamente para a intervenção juntos aos usuários acompanhados nessas unidades.

Inicialmente serão contemplados profissionais da…

Pais de alunos são alertados sobre riscos de intoxicação no ambiente doméstico

A enfermeira Edilúcia Salomão, do Centro de Informações Antiveneno (Ciave) participou de reunião com pais de alunos da Escola Municipal Austricliano de Carvalho, na Fazenda Grande do Retiro, para orientar quanto aos riscos de intoxicação no ambiente doméstico. Estiveram presentes também funcionários da escola e representante do Conselho Tutelar. Aprofessora Simone Coutinho, coordenadora pedagógica da Escola, solicitou a parceria do Ciave, com o objetivo de alertar os pais dos estudantes sobre o perigo da aquisição e uso de venenos e substâncias tóxicas.

A enfermeira disse ser importante repassar as orientações para os pais das crianças, pois o reconhecimento destes riscos no ambiente doméstico pode evitar um número significativo de intoxicações envolvendo as crianças, principalmente. Jakeline Silva, mãe de Jonathan, estudante do 1º ano, ressaltou a importância do encontro: "Só assim vemos como há uma deficiência de nós pais na interação com os nossos filhos. A palestra nos ensin…

Estagiários participam do XXXVII Curso de Toxicologia Básica

O Centro de Informações Antiveneno (CIAVE) realizou nos dias 28 e 29 a trigésima sétima versão do seu Curso de Toxicologia Básica, que tem como objetivo principal prover os estagiários recém ingressos em seu campo de estágio de conhecimentos básico em Toxicologia Clínica para que possam desenvolver suas atividades na Unidade.

Estiveram presentes os estagiários das diferentes áreas da saúde (Biologia, Enfermagem, Farmácia, Medicina e Veterinária) oriundos dos Programas Partiu Estágio e Mais Futuro, além de técnicos do CIAVE.

Foram temas abordados no evento: O CIAVE e as Ações Extramuros; As Intoxicações Como Problema de Saúde Pública e a Toxicovigilância; Animais Peçonhentos: aspectos biológicos; O Programa de Controle de Acidentes por Animais Peçonhentos; Noções sobre Diagnóstico e Tratamento dos Acidentes por Animais Peçonhentos; O Laboratório de Análises Toxicológicas de Urgência; Os Antídotos Utilizados em Toxicologia; Noções Gerais sobre Soroterapia; Abordagem Inicial ao Paciente…