Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2013

Pesquisadores brasileiros e estrangeiros avaliam aditivos do tabaco

Um grupo de pesquisadores de renome irá avaliar 121 substâncias que atualmente são permitidas como aditivos do tabaco. A definição do grupo está publicada na edição do dia 26/12 do Diário Oficial da União. O grupo reúne oito pesquisadores, sendo cinco de universidades brasileiras e três de centros estrangeiros.

Os especialistas irão avaliar os aditivos listados na Instrução Normativa 06/2013 e que a indústria do fumo alega serem essenciais para o processo de fabricação dos seus produtos. O grupo vai produzir um relatório sobre a utilização do aditivos e que deve auxiliar na definição das alegações  reconhecidas de cada uma das substâncias.
O prazo de funcionamento do grupo de trabalho será de oito meses.
Conheça os membros:
     1. Carlos Gil Moreira Ferreira - Instituto Nacional do Câncer
     2. Dâmaris Silveira - Universidade de Brasília
     3. Dorothy K. Hatsukami - Universidade de Minnesota (Estados Unidos da América)
     4. Francisco Roma Paumgartten - Fundação Oswaldo Cruz
  …

Eventos de massa terão norma para serviço de saúde ao público

O funcionamento de serviços de saúde em eventos de massa será regulamentado pela Anvisa. A Agência publicou nesta quinta-feira (26/12) uma proposta de norma que define requisitos mínimos para o atendimento ao público em eventos de grandes proporções. O trabalho surgiu como uma necessidade diante dos grandes eventos previstos para o país nos próximos três anos, mas será um legado para todos os demais eventos realizados no Brasil. Entre as experiências utilizadas na elaboração do texto estão os trabalhos das vigilâncias locais e da Anvisa durante o carnaval do Recife, Copa das Confederações, Jornada Mundial da Juventude e o Rock in Rio, realizados neste ano. Segundo o diretor presidente da Anvisa, Dirceu Barbano, a norma vai atender a diversidade de públicos de cada situação. “Os eventos têm características específicas e por isso o serviço de saúde precisa ser adequado à natureza do evento, queremos uma norma que dê o respaldo para as autoridades locais trabalharem com a realidade de cada…

Peritos russos descartam envenenamento de Yasser Arafat

Os peritos russos encarregados de analisar amostras do corpo do líder palestino Yasser Arafat excluíram a hipótese de ele ter sido envenenado e concluíram que a morte foi natural, informou nesta quinta-feira (26) o chefe da equipe. “Concluímos todas as análises. A pessoa teve morte natural e não por radiação”, disse Vladimir Uiba, chefe da Agência Federal de Análises Biológicas da Rússia, em entrevista coletiva. O corpo de Arafat, que morreu em 2004, foi exumado em 2012 e cerca de 60 amostras foram distribuídas a três equipes de peritos – uma russa, uma suíça e uma francesa – a pedido da viúva Suha Arafat. O grupo francês também descartou a hipótese de envenenamento, mas a equipe suíça detectou altos níveis de polônio 210, substância altamente radioativa, nas amostras analisadas. Vladimir Uiba disse à imprensa que a sua agência não recebeu qualquer pedido para repetir os exames: “Concluímos a avaliação e todos concordaram. Além disso, os suíços retiraram as suas conclusões e os francese…

Ciave promove confraternização natalina

O Centro Antiveneno da Bahia (Ciave) realizou nessa quinta-feira (19/12), a confraternização de Natal com os servidores, estagiários e colaboradores. Num clima de muita descontração, o diretor em exercício Jucelino Nery saudou os presentes e ressaltou a relevância daquele momento, oportunidade de reflexão e congraçamento. Além da comemoração dos aniversários do mês, foram exibidos vídeos de motivação, seguidos de brincadeiras e trocas de presente.
Fonte: Ciave.

Maconha intoxica cada vez mais cães nos EUA

Com cada vez mais estados onde o uso da maconha é permitida para fins medicinais, os Estados Unidos começam a enfrentar um problema bastante incomum até os dias de hoje: a intoxicação de cães pelo uso da droga. Embora o uso e a venda da planta para uso terapêutico ainda seja proibido em grande parte do país, já é possível comprar a droga com a receita de um médico em locais como Califórnia, Colorado e Washington, sendo que os dois primeiros Estados citados são, justamente, os que mais registram casos de cachorrosatendidos por complicações relacionadas ao uso da erva. Segundo os médicos veterinários destas regiões, a maioria dos acidentes ocorre em função do descuido dos donos dos pets; que deixam biscoitos com a droga ou mesmo a própria planta em locais aos quais seus cães têm acesso, facilitando a ingestão acidental e provocando uma série de sintomas típicos de intoxicação que, se não tratados, podem, inclusive, levar o animal à morte. De acordo com uma pesquisa realizada pela Veterinar…

Cientistas brasileiros isolam neurotoxina da carambola

Cientistas brasileiros conseguiram isolar e caracterizar uma neurotoxina presente na carambola, que atua no sistema nervoso quando não filtrada pelo rim. A neurotoxina recebeu o nome de caramboxina. O trabalho, que mereceu a capa da revista científicaAngewandte Chemie International, foi publicado por pesquisadores da Faculdade de Medicina e da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto, ambas da USP. "Se uma pessoa sadia ingere a carambola, a toxina é absorvida pela digestão, filtrada pelo rim e eliminada na urina. Mas em pacientes com problemas renais, como o funcionamento do rim está comprometido, a toxina, que é um aminoácido modificado, cai na corrente sanguínea," explica o professor Norberto Peporine Lopes. Se chegar à corrente sanguínea, a caramboxina liga-se a receptores do sistema nervoso central "e inicia uma sequência de eventos que incluem soluços, confusão mental, agitação psicomotora, convulsões e até a morte", explica Norberto. Segundo o pesqui…

Pesquisa diz que solvente na gasolina causa perdas visuais em frentistas

Os frentistas de postos de combustível podem estar com a visão em risco pela exposição aos solventes existentes na gasolina. Uma pesquisa da Universidade de São Paulo (USP) observou perdas visuais significativas – principalmente relacionadas à capacidade de discriminar cores – em um grupo de 25 trabalhadores. Eles foram avaliados por meio de uma nova metodologia capaz de detectar problemas que passam despercebidos em exames oftalmológicos convencionais.
O estudo foi realizado no âmbito de um Projeto Temático coordenado pela professora Dora Selma Fix Ventura, do Instituto de Psicologia da USP. “Avaliamos a capacidade de discriminar cores e contrastes e fazemos medidas de campo visual por meio de testes psicofísicos computadorizados. A atividade elétrica da retina também é medida com um exame não invasivo, o eletrorretinograma, que consiste na colocação de um eletrodo no olho para medir a resposta elétrica da retina a um determinado estímulo visual”, contou. Os testes também já foram aplic…

Paraná lança protocolo inédito para atendimento a intoxicação por agrotóxicos

A Secretaria de Estado da Saúde do Paraná lançou na semana passada, em Curitiba, protocolo pioneiro no país que direciona o atendimento, diagnóstico e vigilância dos casos de intoxicação crônica por agrotóxico em todo o Estado. O documento servirá de base de procedimentos para profissionais das unidades de saúde. “A intoxicação crônica é silenciosa e geralmente é diagnosticada tardiamente. Queremos reverter isso, diagnosticando o problema de forma precoce e iniciando o tratamento o mais cedo possível”, explicou o secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto. Esta é a primeira vez que um documento completo sobre o tema é organizado por um governo estadual. “Este protocolo será modelo para o país, visto que não há nada parecido no Brasil e o risco de intoxicação crônica por agrotóxico está presente em todas as regiões”, enfatizou o secretário.
Liderança no ranking de consumo de agrotóxicos. O Brasil é o maior consumidor de agrotóxicos do mundo e o Paraná é o terceiro do país, por cont…

Divast e Ciave realizam Curso de Toxicologia dos Agrotóxicos em Barreiras

A Diretoria de Vigilância e Atenção à Saúde do Trabalhador - Divast/Suvisa e o Centro Antiveneno da Bahia - Ciave/SAS, em parceria com o Centro de Referência em Saúde do Trabalhador de Barreiras (Cerest-Barreiras), promoveram na Região Oeste da Bahia o Curso de Toxicologia dos Agrotóxicos, com o objetivo de capacitar / atualizar os médicos e enfermeiros do Hospital do Oeste e Samu de Barreiras, além da equipe de enfermagem, da vigilância em saúde e outros profissionais da rede básica e hospitalar dos municípios da 25ª Dires.
O curso foi realizado no auditório do Hospital do Oeste, em Barreiras, em dois momentos: no dia 02/12 para os médicos e enfermeiros das unidades de média e alta complexidade, abordando a questão do diagnóstico e tratamento, e no dia 03/12 para os demais profissionais.
A abertura foi realizada pela secretária de saúde do município de Barreiras, Regina Rocha Figueiredo Nogueira, dando um breve relato da importância do evento frente à problemática dos Agrotóxicos na re…

Seis pessoas internadas no México com sintomas de envenenamento por radiação

Seis pessoas estão internadas no Hospital Geral de Pachuca, em Hidalgo, no centro do México, com sintomas de envenenamento por radiação, confirmou o secretário de Saúde daquele estado, Pedro Luis Noble Monterrubio, citado pelo jornal “El Universal”. Estas pessoas estarão relacionadas com o roubo de um caminhão com equipamento médico que continha uma cápsula com material radioativo – cobalto 60 – roubado na segunda-feira.A cápsula foi localizada, mas aberta, o que quer dizer que quem a abriu corre perigo de vida. O hospital está cercado pela polícia federal. As pessoas internadas apresentam sintomas como vômitos, náuseas e enjôos, diz a AFP, pelo que as autoridades suspeitam que possam ter tido contato com o elemento químico cobalto 60, usado para fazer tratamentos de radioterapia. “Estão com sérios problemas de saúde”, afirmou José Antonio Copca García, o responsável de saúde da região. Uma família tinha sido colocada sob vigilância, sob suspeita de exposição ao material radioativo. As a…

Capacitações em manejo e controle de escorpiões já apresenta resultado positivo

O Centro Antiveneno da Bahia (Ciave) encerra 2013 com a realização do terceiro curso de capacitação em manejo e controle de escorpiões, promovido em parceria com o Laboratório Central de Saúde Pública Prof. Gonçalo Moniz (Lacen). Tendo como público-alvo os técnicos de entomologia e coordenadores de vigilância epidemiológica da 20ª Diretoria Regional de Saúde (Dires) e dos municípios que a integram, além dos seus agentes de combate às endemias, o evento foi realizado em Vitória da Conquista no período de 19 a 22 de novembro. Os técnicos do Ciave e Lacen estão treinando profissionais das Dires e municípios para atuarem como multiplicadores nas regiões que atuam, visando a estruturação do programa para Controle e Manejo de Escorpiões no Estado. Uma vez habilitados através do curso, os agentes de endemias poderão desenvolver, incorporadas à sua rotina, as ações de manejo ambiental para controle de escorpiões, contribuindo para a redução do número de acidentes, bem como da sua morbi-mortali…