Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2019

Conheça algumas Plantas tóxicas ornamentais

Plantas tóxicas 

As plantas tóxicas são aquelas que possuem substâncias capazes de causar alterações metabólicas, sérios problemas de saúde e levar ao óbito. No Brasil, é frequente a ocorrência de intoxicações por plantas, principalmente entre crianças e animais,  devido à presença comum em ambientes públicos, inclusive escolas, parques, etc. 
A gravidade destas intoxicações depende da dosagem consumida, do agente tóxico e das características dos indivíduos. 
A ingestão de plantas tóxicas pode causar alterações nos sistemas: circulatório, gastro-intestinal e nervoso central. Cerca de meia hora após a ingestão de uma planta venenosa, a vítima pode apresentar sinais clássicos de colapso circulatório; freqüência cardíaca alta; queda de pressão arterial; sudorese; cianose e fraqueza (http://www.fiocruz.br/biosseguranca/Bis/virtual%20tour/hipertextos/up2/plantastoxicas.htm)
Algumas plantas tóxicas ornamentais:
Comigo ninguém podeMamonaNabo venenosoLírio-do-valeCoração-de-MariaÍrisPinhão paragua…

1º Encontro de Toxicovigilância das Intoxicações Exógenas no Extremo Sul da Bahia

1º Encontro de Toxicovigilância das Intoxicações Exógenas no Extremo Sul da Bahia
Foi realizado no período de 08 a 10/09, em Porto Seguro (BA), o 1º Encontro de Toxicovigilância das Intoxicações Exógenas no Extremo Sul da Bahia, evento resultante da parceria entre o Centro de Informações Antiveneno (CIAVE), o Núcleo Regional de Saúde do Extremo Sul e a Coordenação de Vigilância Ambiental da Diretoria de Vigilância em Saúde (COVIAM/DIVISA).



O Encontro marcou a retomada das capacitações do CIAVE no interior do estado em 2019, objetivando disseminar noções importantes sobre prevenção, diagnóstico e tratamento das intoxicações exógenas e acidentes por animais peçonhentos. Estes agravos foram responsáveis por mais de 29.000 atendimentos na Bahia durante o ano passado. A Região do Extremo Sul registrou 1.741 eventos tóxicos, com 8 óbitos, através do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN).



No primeiro dia do Evento, a equipe do CIAVE visitou o Hospital Geral Deputado Luís Edua…

Intoxicações infantis: Como prevenir?

No Brasil acontecem em média aproximadamente 23 mil casos de intoxicações envolvendo crianças de 0 a 14 anos.  Entre 2015 e 2018,  aconteceram aproximadamente 4700 casos notificados na Bahia. 51% dos casos são acidentais e ocorrem com maior frequência na faixa etária entre 01 a 04 anos. Estes acidentes acontecem principalmente em casa e podem ser prevenidos por medidas simples:
Fonte: SESAB/SUVISA/DIVEP/SINAN - Sistema de Informação de Agravos de Notificação.

O que é o CIAVE?

PRECISAMOS FALAR MAIS SOBRE A DEPRESSÃO!!




ACIDENTES COM SERPENTES PEÇONHENTAS

A Bahia vai ficar sem Soro Antiofídico??

Exposição aos Agrotóxicos na gravidez e o risco para desenvolvimento do autismo

Uma pesquisa recente publicada no British Medical Journal, demonstrou que existe associação entre a exposição de gestante à pesticidas e ocorrência de autismo.  Os "resultados sugerem que o risco de um transtorno do espectro autista aumenta após a exposição pré-natal a pesticidas ambientais a 2000 m da residência da mãe durante a gravidez, em comparação com os descendentes de mulheres da mesma região agrícola sem essa exposição. A exposição infantil pode aumentar ainda mais os riscos para o transtorno do espectro autista com deficiência intelectual ". Este estudo só vem evidenciar que a utilização indiscriminada de agrotóxicos é um perigo para a saúde das pessoas e devem haver medidas de controle e de proibição no Brasil. O Brasil ocupa uma posição de destaque no uso de agrotóxicos nocivos à saúde humana, a exemplo do feijão (nível permitido de resíduo de malationa (inseticida) 400 vezes maior do que aquele permitido pela União Europeia) e da soja ( 200 vezes mais resíduos de…

Usuários e profissionais do NEPS-CIAVE se confraternizam em festa junina

A equipe do Núcleo de Estudo e Prevenção do Suicídio (NEPS), do CIAVE, juntamente com os seus usuários, realizaram o "Forró do Entendido".

O evento contou com forró, muita brincadeira e animação, acompanhadas de comida típica junina.

Fonte: NEPS/CIAVE.

CIAVE presente em debate na ALBA sobre "Valorização da Vida e Prevenção ao Suicídio"

Em audiência pública realizada nessa segunda-feira (06/05),  intitulada “Valorização da Vida e Prevenção do Suicídio”, promovida pela Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública da Assembleia Legislativa (ALBA), a psicóloga e coordenadora do Núcleo de Estudos e Prevenção do Suicídio (NEPS), do Centro Antiveneno da Bahia (CIAVE/SESAB), Soraya Carvalho, abordou sobre o suicídio.

Segundo Soraya Carvalho, a tentativa de suicídio constitui um fenômeno multideterminado, resultante de questões psíquicas, transtornos mentais, contexto social e, possivelmente, genético. Ainda de acordo com a coordenadora do NEPS, “os  índices estão se tornando alarmantes, não só pelo aumento das notificações, mas também por conta do imperativo de sucesso, de satisfação, de felicidade colocado para os jovens. Você não pode errar, você não pode fracassar, chorar, ser infeliz, você tem que ser, sempre, bem-sucedido. Então, isso torna a vida do ser humano, principalmente dos jovens, impossível”.

De acordo co…

CIAVE realiza acolhimento de novos estagiários

Teve início nesta segunda-feira (06/05) a primeira turma de 2019 do estágio não obrigatório no Centro de Informações Antiveneno (Ciave), com estudantes oriundos do Programa Partiu Estágio. São acadêmicos de diversos cursos da área de saúde. O acolhimento foi realizado no auditório da Unidade, quando Jucelino Nery, diretor da Unidade, deu as boas vindas e falou sobre o Ciave e a relevância do campo de estágio. Em seguida, os estudantes conheceram as estruturas físicas do Centro.

Há 38 anos o Ciave disponibiliza campo de prática na área de Toxicologia, contribuindo para a formação de médicos, farmacêuticos, biólogos, veterinários, psicólogos, enfermeiros e terapeutas ocupacionais.

Os universitários têm a oportunidades de atuarem juntamente com a equipe multidisciplinar do Ciave, centro estadual de referência em Toxicologia, e conhecerem melhor essa área. Apenas os cursos de Farmácia e Medicina Veterinária possuem essa disciplina em sua matriz curricular, o que torna mais relevante este ca…

Ataque de abelhas no circuito do Carnaval: riscos e cuidados

Foliões e ambulantes sofreram ataque de abelhas no circuito Dodô, na Barra, em Salvador, na manhã dessa segunda-feira de Carnaval. Várias pessoas foram picadas, sendo socorridas pelos bombeiros e profissionais do SAMU, sendo algumas delas encaminhadas ao Hospital Geral do Estado (HGE).

As abelhas, assim como os maribondos (vespas) são animais peçonhentos muito comuns e os acidentes com este tipo de animal têm sido cada vez mais frequentes no Estado, podendo levar sérios riscos às vítimas. Segundo o farmacêutico Jucelino Nery, diretor do CIAVE, em 2018 foram registrados na Bahia mais de 1.000 casos (20 só em Salvador), com uma média mensal de mais de 90 acidentes, alguns destes com vítimas fatais. Nesse mesmo ano foram constatados 13 óbitos por este tipo de agravo.

Jucelino adverte que, ao se constatar a presença de um enxame de abelhas ou vespas, não se deve jogar água, pedras nem fazer barulho perto das colmeias. Cores e odores intensos e sons altos as irritam facilmente.

No caso de…

Abertas inscrições para estágio no CIAVE

Os estudantes da área de saúde que desejam realizar estágio no CIAVE em 2019 devem se inscrever no Programa de Estágio da SAEB - PARTIU ESTÁGIO, através do link http://www.programaestagio.saeb.ba.gov.br/#/app/inscricao/login, através do qual acessarão o Sistema de Inscrição para o Programa de Estágio do Governo da Bahia, que contempla estudantes dos cursos de graduação presencial, em instituições de ensino superior, quer sejam estaduais, federais ou particulares, sediadas na Bahia e que já tenham concluído, no mínimo, 50% do curso.

A carga horária das atividades de estágio é de 4h diárias e 20h semanais. A inscrição no banco de estagiários, deve ser feita no período de 30/01/2019 a 24/02/2019. Para realizar o cadastramento, é necessário criar um login, para receber uma senha em seu e-mail cadastrado, quando, assim, poderá ter acesso ao sistema.

O preenchimento das vagas obedecerá à ordem de prioridade dos critérios listados abaixo:

· Estar inscrito do CadÚnico, com renda per capta de…

Ciave alerta para aumento do risco de acidente escorpiônico e fake news

Na Bahia, em 2018, ocorreram 24.714 casos de acidente por animais peçonhentos, de acordo com o Sistema de Informação de Agravos de Notificação – Sinan, com 188 ocorrências em Salvador. Entre eles, o acidente escorpiônico predominou com 18.985 (76,8%), dos quais 47 se deram na capital.
No ano passado, o Centro de Informações Antiveneno – Ciave registrou o atendimento de 2.425 casos de escorpionismo. Já nessa primeira quinzena de janeiro, o Centro registrou 127 casos, 10% a mais que o mesmo período em 2018, com uma média de 9 ocorrências por dia.
Segundo Jucelino Nery, diretor do Ciave e coordenador estadual do Programa de Controle de Acidentes por Animais Peçonhentos, os acidentes escorpiônicos tiveram em 2018 um aumento de 22%, em relação ao ano anterior. Além do clima, o crescimento desordenado das áreas urbanas, a falta de saneamento básico, o desmatamento e o acúmulo de lixo, entulhos e restos de material de construção fazem com que os escorpiões procurem abrigo e alimento (insetos…