Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2017

Lançado o atlas "Geografia do Uso de Agrotóxicos no Brasil e Conexões com a União Europeia"

Ocorreu nesta segunda-feira (27/11) o lançamento do "Atlas Geografia do Uso de Agrotóxicos no Brasil e Conexões com a União Européia", elaborado pela Profa. Larissa Mies Bombardi, da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Trata-se de um levantamento detalhado de dados sobre o consumo de agrotóxicos no Brasil, baseado em fontes oficiais, e compara a situação no Brasil com o que acontece na União Européia. O atlas é rico em infográficos, os quais facilitam a compreensão e a visualização das informações abordadas.

Consiste em um material rico em informações e que deve ser lido por todos, independente da área de atuação, pois consiste em um importante instrumento de conscientização, além de servir de suporte para políticas públicas que envolvam a proteção da população exposta aos agrotóxicos.

O Atlas é disponibilizado no formato digital para download gratuito no link: https://drive.google.com/file/d/1ci7nzJPm_J6XYNkdv_rt-nbFmOETH80G/view  ,
ou para compra no …

1ª Conferência Nacional de Vigilância em Saúde é adiada

A etapa nacional da 1ª Conferência Nacional de Vigilância em Saúde (CNS) foi adiada. A data do evento, que iria ocorrer entre os dias 28 de novembro e 1º de dezembro deste ano, ainda não está definida.

O adiamento foi motivado por judicializações no processo licitatório para a realização da Conferência.

Encontro

A proposta da 1ª CNS é reunir representantes de todas as regiões do país para discutir uma política nacional de vigilância em saúde, que inclui também a vigilância sanitária. Para a Conferência, a Anvisa organizou nove propostas de diretrizes para consolidar as ações de promoção e proteção da saúde da população.

As propostas da Anvisa são voltadas para a construção de uma política nacional e que considerem o tamanho do país e suas diferenças. O texto foi construído a partir de discussões realizadas com estados e municípios. Ao todo foram três conferências livres que ocorreram em junho deste ano.

Conheça as propostas da Anvisa para a 1ª Conferência Nacional de Vigilância em Saú…

Simpósio aborda a Vigilância em Saúde de Populações Expostas a Agrotóxicos

Salvador sedia entre os dias 5 e 7 dezembro, o Simpósio Nacional de Vigilância em Saúde de Populações Expostas a Agrotóxicos, o Expo VSPEA. O evento irá apresentar as experiências de sucesso desenvolvidas no País neste segmento. Dos 20 trabalhos selecionados para apresentação, cinco são de técnicos da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

Desde 2008, o Brasil é o maior consumidor de agrotóxicos do mundo, o que vem gerando impactos adversos na saúde humana e no meio ambiente. Segundo Ruy Muricy de Abreu, técnico da Coordenação de Vigilância em Saúde Ambiental (Coviam) da Sesab, vários estudos científicos em diversos países têm evidenciado a relação entre o uso de agrotóxicos e diversas doenças, a exemplo de leucemias e outros cânceres; alterações neurológicas (como Doença de Parkinson); lesões no fígado, pele e pulmão; alergias, alterações hormonais, problemas comportamentais e de saúde mental.

Outros estudos ainda sugerem alterações genéticas e má formação em animais. “Esses…

O CIAVE esteve presente no I Congresso Norte-Nordeste de Medicina de Emergência

O CIAVE teve representação no I Congresso Norte-Nordeste de Medicina de Emergência, I Congresso Norte-Nordeste de Enfermagem de Emergência e I Congresso Norte-Nordeste das Ligas Acadêmicas de Emergência, que ocorreram em Teresina (PI), no período de 16 a 18 de novembro.

O Congresso de Medicina de Emergência foi promovido pela Associação Brasileira de Medicina de Emergência - ABRAMED e teve como objetivo discutir as principais situações que envolvem o atendimento inicial ao paciente no Pré-Hospitalar e no Pronto-Socorro.

Emergências cardiológicas, politraumatismo, regulação de leitos foram alguns dos temas abordados no evento.

O tema "emergências toxicológicas", eventos com grande impacto nos serviços de saúde, foi abordado por Edilúcia Salomão, enfermeira do Ciave, em dois momentos: no mini curso pré-congresso de Atendimento Inicial ao Paciente Intoxicado (16/11) e em palestra sobre Emergências Toxicológicas (18/11).

Fonte: Ciave.

Soro contra picada de animais ganha regra específica

Produtos como o soro utilizado no tratamento de picadas de cobra e de escorpião ganharam regras específicas para sua fabricação e registro. A norma publicada pela Anvisa é a primeira que trata de forma específica este tipo de produto.

Conhecido como soros hiperimunes, estes medicamentos são fabricados de forma bem específica, com o uso do plasma (sangue) de outros animais. Entre os soros hiperimunes mais conhecidos estão os soros antiofídico, contra veneno de cobra, antirrábico, que protege contra a raiva e o antiescorpiano, contra picada de escorpião.

O antídoto para um veneno de cobra, por exemplo, é fabricado com a injeção do veneno de cobra em um animal como o cavalo. A partir daí o sangue do cavalo é coletado, separado e processado dando origem ao soro que será utilizado em pessoas vítimas de picada de cobra.

Por ter este tipo de produção tão diferente, a Anvisa decidiu editar uma norma específica para estes soros. Até então os soros hiperimunes seguiam as regras gerais para fab…

Ciave alerta para boato sobre aparecimento de nova espécie de cobra em Itaparica

O Centro de Informações Antiveneno (Ciave), centro estadual de referência em Toxicologia e órgão da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), alerta para mais um boato que está circulando em diversos grupos de mídias sociais. Segundo a informação que está sendo propagada, “uma nova espécie de cobra está tirando a paz dos banhistas na ilha de Itaparica principalmente na praia de barra grande onde foi encontrado o maior numero da espécie ,pois se trata de uma espécie muito venenosa, muito cuidado ao trafegar na areia ,ela ataca com muita facilidade.”

Segundo Jucelino Nery, farmacêutico do Ciave e coordenador do Programa de Acidentes por Animais Peçonhentos na Bahia, esta notícia não passa de um “fake”, ou seja uma notícia falsa. Além dos fortes indícios de boato por conta das características da notícia e do vídeo divulgado mostrar uma víbora do Deserto do Saara, inexistente no Brasil, a questão foi verificada junto aos serviços de vigilância epidemiológica dos municípios de Itapa…

Sistema de toxicologia será apresentado nesta segunda

Na próxima segunda-feira (13/11), a Anvisa irá apresentar o Sistema de Peticionamento da Toxicologia, o Siptox. O evento será aberto ao público e irá ocorrer no auditório da Anvisa a partir das 9h. O encerramento está previsto para às 17h.

O Siptox dará suporte ao peticionamento simplificado eletrônico estabelecido na Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 184/2017. A norma entra em vigor na sexta-feira, 17 de novembro.

O encontro tem por objetivo apresentar o sistema a pontos focais do setor regulado e responder dúvidas sobre o assunto. O treinamento irá abordar os pontos mais importantes da RDC, as definições trazidas pela norma, as condições para o uso do sistema, seus conceitos e como usar a ferramenta de peticionamento eletrônico para processos de registro e pós-registro que serão submetidos à avaliação toxicológica via peticionamento simplificado. Durante a apresentação, também será demonstrada a migração de petições convencionais para o novo modelo.

O evento também será transm…

Concluída avaliação do Benzoato de Emamectina

As informações sobre o ingrediente ativo foram publicados nesta segunda-feira (6/11) no Diário Oficial da União.

A Anvisa publicou, nesta segunda-feira (06/11), a conclusão da avaliação toxicológica do ingrediente ativo Benzoato de Emamectina (B55) e do respectivo produto formulado Proclaim 50®, para fins de registro junto ao Ministério da Agricultura.  As informações estão no Diário Oficial da União.

O produto pertence ao grupo químico avermectina e à classe dos inseticidas, com uso agrícola para a aplicação foliar nas culturas de algodão, feijão, milho e soja. O ingrediente ativo foi enquadrado na Classe Toxicológica I, extremamente tóxico, devido ao resultado do estudo de irritação ocular.

Atualmente, este produto tem registro em vários países, incluindo Estados Unidos, Austrália, Japão e Comunidade Europeia.

A proposta de Resolução que incluiu o Benzoato de Emamectina na relação de monografias dos ingredientes ativos de agrotóxicos passou por 30 dias de Consulta Pública (CP 395/20…